Richa garante R$ 370 milhões para segurança pública do PR

//Richa garante R$ 370 milhões para segurança pública do PR

Richa garante R$ 370 milhões para segurança pública do PR

 

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, comunicou ao governador Beto Richa a autorização da União para a contratação de duas operações de crédito ao Paraná. Uma delas, no valor de US$ 67,2 milhões (R$ 221,7 milhões) será assinada entre o Estado e o BID para o financiamento do Programa Paraná Seguro. A contrapartida do Estado será de US$ 44,8 milhões (R$ 147,8 milhões).
.
A outra é renegociação da redução pela metade de juros de contrato de assunção e repactuação de dívida de R$ 400 milhões firmado em 2014 junto ao BNDES para liquidação do Badep.

Os despachos de Meirelles que dão aval para o Paraná foram assinados no dia 30 de dezembro e estão publicados no Diário Oficial da União desta segunda-feira (2).

O contrato de contragarantia para o Paraná Seguro já havia sido assinado pelo governador Beto Richa na semana passada e, para que a operação seja concluída, só falta a assinatura do contrato de empréstimo com o BID, que acontecerá na próxima semana.

“Estávamos preparados para essa nova situação nacional anunciada há pouco pelo ministro da Fazenda, muito em função do ajuste fiscal que realizamos em 2014”, disse o governador.

Ao todo serão aplicados US$ 112 milhões no programa – US$ 67,2 milhões do BID e US$ 44,8 milhões de contrapartida do Estado.

O Paraná Seguro deve reduzir os níveis de violência e criminalidade em Curitiba, região metropolitana e as cidades da tríplice fronteira paranaense. Os recursos serão usados na aquisição de veículos e motocicletas, capacitação de policiais, construção e reforma de delegacias e em outras obras que vão melhorar a estrutura da segurança no Estado.

A autorização legislativa para o pedido de financiamento externo para investimentos em segurança pública no Paraná é de 2012. O aval da União a financiamentos é um dos passos necessários para a liberação dos recursos, mas a concessão de crédito com garantia do Tesouro Nacional estava paralisada desde o fim de 2014.

A retomada dessas operações só foi possível devido ao ajuste fiscal realizado no Estado, explica o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa. “O ajuste propiciou a alteração para cima do rating do Estado, que passou de C+ para B-, nota mínima para recebimento de aval da União”, comenta.

Nos últimos meses, o governador Beto Richa e o secretário da Fazenda trabalharam intensamente para a liberação dos recursos e mostraram que o Paraná estava sendo preterido pelo governo federal na liberação de financiamentos. De acordo com Costa, de 2011 para cá, o Paraná ficou em último lugar entre as unidades da federação na autorização de contratação de crédito em relação à receita corrente líquida.

Sobre a renegociação com o BNDES, que envolve também a Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame), o contrato de contragarantia será assinado nos próximos dias. Com a operação, os juros do contrato, que vai até julho de 2032, deixam de ser de 2% ao mês e baixam para 1% ao mês.

(foto: Orlando Kissner/ANPr)

2017-01-03T15:04:34+00:00 Janeiro 3rd, 2017|Categories: Últimas|0 Comments

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.